Sistema Eletrônico de Administração de Eventos Científicos, 5º SICT-SUL - Simpósio de Integração Científica e Tecnológica do Sul Catarinense

Tamanho da fonte: 
CONDOMÍNIOS DE AGROENERGIA: IDENTIFICAÇÃO DE ATORES
Pedro Henrique Passos Catini, Kátia Cilene Rodrigues Madruga

Última alteração: 2016-10-08

Resumo


Os estudos na área de energias renováveis demonstram que os projetos com biomassa são os que possuem o maior potencial para gerar benefícios ambientais e sociais. As atividades agropecuárias produzem resíduos que podem ser tratados e reaproveitados energeticamente. No Brasil existem diversas áreas rurais que utilizam a atividade intensiva como forma de produção o que gera dejetos e impacta o solo e a água. Neste contexto, surgem como alternativa os projetos de condomínio de agroenergia, a partir do biogás gerado pelos rejeitos da produção rural. Esses empreendimentos realizam a integração de vários produtores rurais em único local para aproveitamento do biogás, gerando benefícios socioambientais. Entre as vantagens do ponto de vista socioeconômico incluem-se a diminuição dos custos gerados na propriedade e a agregação de valor à produção. Do ponto de vista ambiental destaca-se o aproveitamento dos resíduos para fins energéticos, o que evita a poluição. Entretanto, para garantir os benefícios é importante que existam políticas públicas adequadas, gestão e planejamento. No processo de formulação e implementação das políticas públicas é fundamental o papel dos atores. Dentro desse cenário, o objetivo desse trabalho é identificar alguns atores envolvidos em projetos de condomínios de agroenergia, considerando um exemplo na Alemanha e outro no Brasil, a fim de contribuir com as discussões sobre implementação de políticas públicas no setor. O estudo de carácter descritivo e qualitativo será realizado por meio da revisão bibliográfica e documental.

Texto completo: PDF


Incluir comentário