Sistema Eletrônico de Administração de Eventos Científicos, 6º SICT-Sul - Simpósio de Integração Científica e Tecnológica do Sul Catarinense

Tamanho da fonte: 
PRODUTIVIDADE DE ARARUTA NO SUL CATARINENSE: EFEITO DA MASSA DOS RIZOMAS
Tainá Fernandes Lazari

Última alteração: 2017-10-21

Resumo


A araruta (Maranta arundinacea L.) é uma planta herbácea que produz rizomas amiláceos e com grande potencial de produção de um amido com qualidades de alimento funcional por apresentar propriedades prebióticas. Este experimento constou do plantio de araruta utilizando quatro padrões de massa de rizomas semente (9,7 - 20,2 - 57,9 e 83,9 g) em delineamento em blocos casualizados com três repetições. O plantio foi realizado no dia 15 de novembro de 2015 em Gleissolo com sistema de drenagem do IFC Campus Santa Rosa do Sul, Vila Nova, Santa Rosa do Sul, SC. Cada unidade experimental teve 2,0 m x 2,0 m, com 20 plantas espaçadas de 0,4 m x 0,4 m, sendo 9 plantas na área útil. A adubação foi de 400 kg/ha de N-P2O5-K2O (04-20-20. Foi aplicada uma camada de palha de capim elefante triturada de 2 cm. A colheita foi realizada em 20 de junho de 2016 e a produtividade aumentou com a massa dos rizomas semente. As médias de produtividade alcançados no plantio de rizomas com padrões de 9,7 g, 20,2 g, 57,9 g e 83,9 g foram de 36253,5 t/ha, 38475,7 t/ha, 47062,5 t/ha e 49972,2 t/ha, respectivamente. Estas produtividades são superiores as citadas nos artigos científicos revisados e apontam para o grande potencial desta cultura no sul de Santa Catarina.

Texto completo: PDF


Incluir comentário